09/09/2015

Sustentabilidade da cadeia orizícola é debatida em Camaquã

Evento reuniu profissionais e produtores para palestras e debates de diferentes temas

 

O 6º Seminário do Arroz Irrigado de Camaquã discutiu, na quinta-feira (06), a sustentabilidade do produtor do sistema arrozeiro. O evento foi no Clube Recreativo Banhado do Colégio, no interior do Município, promovido pelo 3º Núcleo de Assistência Técnica e Extensão Rural (Nate) do Instituto Rio Grandense do Arroz (Irga) e pela Associação dos Usuários do Perímetro de Irrigação do Arroio Duro (AUD). O seminário teve ainda apoio do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), Embrapa, Sindicato Rural de Camaquã e Senar.

 

O presidente do Irga, Guinter Frantz, o diretor Administrativo, Renato Rocha, o diretor Técnico, Maurício Fischer, o gerente do Departamento de Assistência Técnica e Extensão Rural, Athos Gadea, acompanharam o encontro, que registrou quase 300 participantes entre profissionais da área e produtores. “Sabemos o quanto eventos como esse são importantes para o nosso produtor, principalmente em anos de crise, como agora. Eventos assim contribuem para o fortalecimento da tecnologia, que hoje já está no campo e que devemos sempre aprender a usá-la da melhor maneira. Assim, o produtor pode atingir uma melhor produtividade, conseguir colheitas melhores, controlar seus custos”, avaliou Frantz na abertura do evento, colocando o Irga à disposição dos produtores: “Procurem nossos engenheiros e técnicos que têm muita capacidade e peçam sempre a contribuição do Irga. Esse é o primeiro passo para conseguirmos um ótimo plantio. O Irga está junto com vocês”.

 

Participaram também da abertura, o presidente da AUD, Almiro Bridi; o presidente do Clube Recreativo Banhado do Colégio, Luiz Fernando Zilmmer; o representante da Embrapa Sérgio Alves, o presidente da Câmara de Vereadores de Camaquã, Vinícius Araújo; e o secretário da Agricultura e Abastecimento do Município, José Carlos Berta Barcelos, que representou o prefeito João Carlos Fagundes Machado.

 

O evento contou com palestras e debates que abordaram diferentes temas, como clima e o El Niño, legislação ambiental, avaliações da safra passada e projeções para a 2015/2016. Tecnologias e equipamentos também fizeram parte do dia de informações e debates entre profissionais e produtores.

Acesso Usuários

Previsão do Tempo

Calendario de Eventos

Estação Meteorologica

Pista de Lavagem

Embalagens de Agrotóxicos